Início»Município»Freguesias»Vacariça»Vacariça, 1000 anos de Existência

Vacariça, 1000 anos de Existência

  Retrocede
   
Entre os anos 1002 e 1094, são muitos os documentos inseridos no Livro Preto da Sé de Coimbra que se referem ao Mosteiro da Vacariça.

Na verdade, a primeira notícia que a ele diz respeito, data de 30 de Novembro do citado ano de 1002, um testamento feito pelo diácono Sandino, pelo qual doa o mosteiro de Roças, em Sever do Vouga e a vila de Penso, em S. Pedro do Sul, aos monges do vale da Vacariça.

Mas ao património do Mosteiro pertenceram ainda bens como a igreja de Recardães em Àgueda, ou os conventos de Anta (Espinho), Vermoim (Maia), Tresoi (Mortágua) ou Louredo (Mealhada), sendo o Mosteiro de Leça, no concelho da Maia, o de maior relevância, atestando esta dispersão geográfica de bens, a dimensão e a importância do convento. Juntamente com outros mosteiros beneditinos como os de Tibães, Refojos, Alpendurada ou Santo Tirso, foi centro de ensino de Teologia

Sem dúvida que a doação de 1002 situa de forma inequívoca o mosteiro bubulense, protegido pelo próprio Reino de Leão, a norte do Mondego, e significa ao mesmo tempo a importância que o mesmo possuía no contexto de então, remetendo essa influência efectiva muito para além da data documentada.

Imaginemos pois um Mosteiro, hipoteticamente de monjes e de monjas, daí o seu epíteto de dúplice, situado numa colina soalheira e sobranceiro ao fértil vale que, correndo-lhe aos pés na verdura da paisagem, aos celeiros proporcionava colheitas abundantes e a consequente riqueza dos tempos medievos. Sob a benção dum santo, dum patrono, S. Vicente.

Longe da penúria aquífera que é hoje o vale vacariçanho, é fácil imaginar a torrente da água que, livre e sem obstáculos, corria pela ribeira da Vacariça, um curso abundante e permanente que faria das margens, que sucessivamente abriam os limites da sua largura, um solo fértil e pródigo.

Águas da serra do Buçaco, do actual Vale dos Fetos, da Fonte de S. João e do mais tarde identificado olho de água quente termal, entrincheiradas num caudal que naturalmente se continuava pela canícula do verão e permitia fartas e abundantes colheitas, a chave que naquele tempo distinguia a riqueza das ordens ou dos pequenos fidalgos e sobrava ainda para saciar as barrigas dos que viviam na protecção natural duns e doutros, servos e cultivadores das redondezas.

Até ao ano de 1094, quando é doado por D. Raimundo ao Bispo de Coimbra, é pois rica a vida no convento e presume-se facilmente que a sua influência política, nos tempos conturbados da reconquista, possa ter sido até decisiva na sua grandeza como no seu acelerado esquecimento.

A qualidade dos seus bens, a quantidade de notícias escritas e a protecção que teve do poder portucalense demonstram o poderio que exerceu ao qual não corresponde de forma nenhuma o espólio remanescente, que não existe.

Consequência dos ‘barrios’ da Bairrada, um material de efémera durabilidade?

Certo, certo, é que da memória física do convento nada ficou, quer fosse consumido pela poeira do tempo quer pela fragilidade dos adobes, embora não estejamos longe de adivinhar a sua localização sob os caboucos da actual igreja matriz e seus anexos, donde avulta uma construção episcopal do século XVII (?), em muito mau estado, hoje pertença duma família particular e recentemente repartida por herdeiros, da parcela religiosa primitiva, cuja área era substancial.

Especialistas em datação de materiais poderiam eventualmente acrescentar alguma coisa ao assunto.

De momento e do lugar, resta-nos a certeza das letras, escritas pelas próprias mãos dos seus distintos ‘doutores’ com um Mosteiro situado no subúrbio de Portugal e de Coimbra, sob o monte chamado Bussaco, perto do rio Cértoma, que desce do monte Bussaco.

Do Mosteiro é o que resta, na infindável memória do tempo....

Contudo, a Vacariça foi sede do actual concelho da Mealhada com foral concedido em 1514 pelo rei D. Manuel I, foi residência de bispos e cavaleiros, teve casa da Câmara e cadeia e resta da sua antiga grandeza o Solar da Vacariça e o Solar do Visconde de Valdoeiro, hoje Casa do Povo, dois belos exemplos do esplendor das suas construções.

Com a extinção do concelho em 1837 e a sua integração no concelho da Mealhada, criado em 1836, a Vacariça perde boa parte da sua importância administrativa e em 1944, com a criação da freguesia da Mealhada deixa de tutelar por completo a sede do concelho.

No dia 30 de Novembro de 2002 passaram 1000 anos sobre a memória desta terra, a mais antiga que se conhece em notícia, no actual concelho da Mealhada, e uma das mais antigas na região centro de Portugal. Um elo enorme cheio de realidades e certezas que vem das primeiras bases do nosso entendimento e formação, mas cujos contornos em muitos casos, continuam um mistério por decifrar. Nas suas grandezas e misérias, nas origens da sua influência política e religiosa, que não se pode pôr em dúvida, na sua importância e decadência, na sua morte até, o Mosteiro da Vacariça continua a ser um ponto obscuro, cujo fascínio passa, no dia dos seus mil anos, pela ânsia do descobrir a história, algo que nos dê mais dos nossos medievos cordões umbilicais.

FerrazSilva@Clix.pt

    Retrocede

de 18|abr  a 21|abr
O Filho de Deus

De: Christopher Spencer
Com: Diogo Morgado, Amber Rose Revah, Sebastian Knapp
Género: Dra
Classi: M/12
»Mais Info   
de 25|abr  a 28|abr
Capitão América: O Soldado do Inverno

De: Joe Russo, Anthony Russo
Com: Chris Evans, Samuel L. Jackson, Scarlett Johansson
Género: Açã, Ave
Classi: M/12
»Mais Info   
»Horário Sessões e Bilheteira
em agenda
“Vou já bazar daqui!”

26 abr | 21h30
Cine-Teatro Municipal Messias

»Mais Info   
Dom
13/04
Seg
14/04
Ter
15/04
Qua
16/04
Qui
17/04
Sex
18/04
Sáb
19/04

  Agenda de 17/04/2014
“Floresta Portuguesa: um olhar mais atento”
28 mar a 27 abr - Cineteatro Municipal Messias
»Mais Info   
Semana Santa
14 a 21 abr - Mata Nacional do Buçaco
»Mais Info   

Comunicações Municipais
»Concurso Público Centro Escolar da Mealhada – Processo n.º 341/14.0BEAVR-A - Resolução Fundamentada
»Concurso Público Centro Escolar da Mealhada – Providências relativas a procedimentos de formação de contratos
»Atualização gratuita dos dados da fatura da água
»Concurso Público Centro Escolar da Mealhada – Processo de contencioso pré-contratual
» Esclarecimento sobre a taxa municipal de ocupação do subsolo
»Novo Sistema de Certificação Energética dos Edifícios já está vigor
»Divulgação dos Resultados da Discussão Pública da Revisão do PDM
»Candidatura a auxílios económicos (alunos 1º ciclo EB)
divulgação
Ficha de Inscrição do 5º Encontro com a Educação
Atualização gratuita dos dados da fatura da água
Espaço Criança - Cineteatro Municipal Messias
Questionário Avaliação de Satisfação do Site da Câmara Municipal de Mealhada