Ir para o conteúdo principal

OpenStreetMap foi apresentado aos alunos da Escola Secundária da Mealhada

08 novembro, 2012

OpenStreetMap foi apresentado aos alunos da Escola Secundária da Mealhada
Hoje foi dia de “OpenStreetMap” na Escola Secundária da Mealhada. Uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal e pela OSGEO Portugal – Associação Software Aberto para Sistemas da Informação Geográfica, com a finalidade de dar a conhecer à comunidade escolar este projeto de fornecimento de dados geográficos livres e gratuitos para todos. Os alunos do secundário conheceram e aprenderam a trabalhar com este mapa do territÓrio português, que se encontra gratuitamente ao acesso de todos e cujos dados geográficos são inseridos e atualizados por qualquer utilizador.

O projeto “OpenStreetMap” (OSM) tem como objetivo criar e fornecer dados geográficos livres e gratuitos a todos os interessados e foi lançado porque a maioria dos serviços de mapas comerciais gratuitos, para além de não garantirem para sempre essa gratuitidade, tem restrições legais ou limitações técnicas que levam a algumas incorreções e impedem a sua utilização para todos os fins pretendidos. E é dessa oportunidade que surge o OMS, que se apresenta como um mapa mundial livre, produzido por iniciativa da comunidade e feito de uma forma colaborativa por todos aqueles que lá se registam (www.openstreetmap.org). Isto é, feito por pessoas de todo o mundo. Trata-se, pois, de um projeto global, que regista atualmente mais de 650 mil contribuidores em todo o mundo.

O projeto descentraliza-se e divide-se em várias seções. O OMS português tem como objetivo a realização e distribuição de mapas do territÓrio português e foi hoje apresentado aos alunos da Escola Secundária da Mealhada por Rui Alves, da XLM – Innovation and Tecnology e OSGEO-PT. Uma pequena aula de Sistema de Informação Geográfica e de OMS, que entusiasmou os presentes e motivou-os a tornarem-se contribuidores, já que o lema do projeto é mesmo que todos, indivíduos, escolas, universidades, empresas, poder local e central e tudo mais, contribuam para a criação e atualização deste mapa e possam usufruir de todos os benefícios que ele lhes traz.

Tendo em conta este lema e inspirados no “Vamos Limpar Portugal”, a OSGEO-PT está mesmo a promover uma iniciativa que visa a recolha de informação geográfica por voluntários espalhados por todo o país, para se criar o melhor mapa de Portugal de sempre. A iniciativa chama-se “Vamos Mapear Portugal” e pretende que cada um contribua com o seu conhecimento dos locais do seu dia-a-dia para melhorar o OSM português. O mote é tão simples como “faça a sua rua”, porque se cada um fizer a sua rua, com toda a certeza que todos construirão o melhor mapa do territÓrio português.

A Câmara Municipal da Mealhada enquanto utilizadora de Software Aberto para Sistema de Informação Geográfica tem todo o interesse em apoiar o projeto OSM português, e enquanto entidade pública igualmente divulga, participa e promove a iniciativa “Vamos Mapear Portugal”. Para além do “OpenStreetMapDay”, que hoje decorreu na Escola Secundária da Mealhada, outras iniciativas promovidas pela Câmara Municipal se seguirão, nomeadamente um Mapping Party, que deverá realizar-se ainda em novembro, em data a divulgar posteriormente.

(2012-11-07) - Press Release






Notícias Relacionadas