Ir para o conteúdo principal

Biblioteca Municipal: oito anos a promover o livre acesso à cultura

29 novembro, 2012

Biblioteca Municipal: oito anos a promover o livre acesso à cultura
Faz hoje oito anos que a Biblioteca Municipal da Mealhada abriu as suas portas ao público. Oito anos a proporcionar o acesso livre e gratuito à cultura, à informação, à educação e ao lazer. Oito anos a promover atividades de animação para os diferentes públicos do concelho. Oito anos de portas abertas a todos, de todas as idades, de todas as classes sociais, econÓmicas, culturais e religiosas. A casa “onde cabe toda a gente” conta já com cerca de 5300 utilizadores inscritos, efetua uma média de 13 mil empréstimos por ano e está de parabéns.

Foi no dia 29 de novembro de 2004 que a Biblioteca Municipal da Mealhada abriu as portas ao público e deixou entrar o seu primeiro visitante. Nessa altura, ainda não existia a Rede de Bibliotecas da Mealhada e não se fazia a coordenação com todas as bibliotecas do concelho. Ainda não existia o Bibliomealhada, para levar a biblioteca para fora das suas portas. Começava, sim, a existir aquele espaço situado no centro da Mealhada, junto ao tribunal, que desde então proporciona a todos os munícipes o acesso aos livros, aos filmes, aos computadores, a salas de leitura e de lazer, o acesso à cultura, à informação e à educação.

à frente do projeto estava a sua diretora, Manuela Soares Franco, que ainda hoje é considerada o “rosto” da biblioteca. Foi ela a grande responsável pela dinamização da Biblioteca Municipal. Foi ela, com o seu profissionalismo, dedicação e entrega que fez com que a biblioteca crescesse, ganhasse ritmo e dinâmica, criasse parcerias, ganhasse notoriedade e cativasse leitores. Hoje, o legado que nos deixou é inegável: a biblioteca efetua uma média de 13 mil empréstimos anuais e trabalha em coordenação com as outras bibliotecas do concelho, sejam as escolares, o Bibliomealhada, ou as das Juntas de Freguesia, no que se chama a Rede de Bibliotecas da Mealhada. Uma rede que conta com 5300 inscritos, que com o cartão de utilizador podem aceder gratuitamente a qualquer uma das bibliotecas.

A Rede de Bibliotecas da Mealhada tem um catálogo coletivo, onde se encontra o fundo documental de todas as bibliotecas do concelho. Nesse catálogo, existem atualmente pouco mais de 74 mil documentos, sendo que desses, quase 29 mil dizem respeito exclusivamente à Biblioteca Municipal. Os documentos mais solicitados são os livros, por todo o tipo de utilizador, sobretudo os mais idosos. Ainda assim, os DVD’s e os CD’s começam a ganhar alguma importância, sobretudo devido aos utilizadores mais jovens.

Os empréstimos, a consulta de periÓdicos, o visionamento e escuta de audiovisuais, o acesso à Internet e as atividades e projetos de promoção da leitura são os principais serviços disponibilizados pela Biblioteca Municipal da Mealhada. Mas importa ainda referir o bibliomÓvel, que leva a biblioteca à porta de casa dos munícipes e tem também por isso um importante papel na promoção da leitura e divulgação da cultura no concelho.

A Biblioteca Municipal da Mealhada ganhou espaço no concelho e afirmou-se como o equipamento cultural de maior importância para a promoção da cultura, uma vez que abrange um público muito diversificado a nível etário, social e econÓmico e chega à maior parte da comunidade de forma gratuita. Como referiram as técnicas responsáveis pelo equipamento cultural, Gisela Ferreira, Vera Martins e Isabel Mota, numa entrevista conjunta que deram, há um ano, ao Boletim Municipal, “a biblioteca é uma casa onde cabe toda a gente. Uma casa que leva a cultura mesmo a todos aqueles que, por motivos diversos, não se podem deslocar aos equipamentos culturais disponíveis no concelho”.

(2012-11-29) - Press Release






Notícias Relacionadas