Ir para o conteúdo principal

"A Bela Adormecida" encantou o Cineteatro Messias

17 dezembro, 2014

O Cineteatro Municipal Messias recebeu no passado dia 12 de dezembro, um dos mais sublimes bailados clássicos mundiais, “A bela Adormecida”. Um espetáculo que “transportou” o público para o mundo encantado dos castelos e das florestas, das maldições e das fadas, interpretada ao som da música do génio compositor russo, Tchaikovsky. Mais de três centenas não quiseram perder a interpretação de um elenco de bailarinos de topo a nível internacional, liderado por Evgeniya Bespalova e Denis Karakashev, da companhia Russian Classic Ballet.

Foram duas horas de pura magia e arte, que encheu o palco do Cineteatro Municipal da Mealhada, de cor, luz e requinte, na noite da passada sexta-feira. O cenário decorado ao estilo francês do século VXIII aliado à graciosidade dos movimentos dos bailarinos levou ao rubro a plateia, que retribuiu com aplausos e “bravos”.

O bailado “A Bela Adormecida” é baseado no conto “La Belle au bois Dormant”, de Charles Perrault, e conta a história de uma linda princesa, de nome Aurora, que recebe, entre os dons oferecidos pelas suas madrinhas, a maldição de se picar no fuso de uma roca e morrer quando completar 15 anos. A maldição é lançada pela fada Carabosse, que os seus pais esqueceram de convidar para o seu nascimento, mas é suavizada por uma outra fada, que decreta que a menina não morre, mas dormirá por 100 anos até que um príncipe a resgate do seu sono com o seu beijo apaixonado, de amor verdadeiro.

Evgeniya Bespalova interpretou a princesa Aurora e Denis Karakashev o príncipe Désire, nesta obra-prima do bailado clássico, que contou ainda com um elenco de estrelas internacionais da companhia Russian Classic Ballet. Um espetáculo que conjuga harmoniosamente as mais bonitas melodias de Tchaikovsky, como “Rosa Adagio” e “Grande Valse Villageoise”, com a esplêndida coreografia de Marius Petipa e apresenta ainda uma cenografia de uma beleza e realismo incríveis, com figurinos elaborados com detalhes sumptuosos. Uma simbiose que leva este bailado a ser considerado a obra emblemática da dança clássica e a grande realização da carreira de Marius Petipa.

(2014-12-15) - Press Release







Notícias Relacionadas



Autarquia e IPSS reúnem para pensar o futuro
18 novembro, 2019

Autarquia e IPSS reúnem para pensar o futuro

A Câmara Municipal da Mealhada promoveu um jantar de reunião com responsáveis das 15 instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho para ...