Ir para o conteúdo principal

Câmara aposta na Educação Rodoviária para crianças do 1°ciclo

20 janeiro, 2015

Câmara aposta na Educação Rodoviária para crianças do 1°ciclo

Os alunos do 1º ciclo da escola EB1 do Luso começaram ontem a receber formação em Segurança Rodoviária. Uma aposta da Câmara Municipal da Mealhada, que se estende a todos os alunos do 1º ciclo das escolas concelhias e que vai decorrer até ao mês de junho no município. São cerca de 650 crianças que vão receber formação e essa não passará só pela componente teórica, mas também terá uma vertente prática. O projeto, desenvolvido por uma empresa externa contratada pela autarquia, dá especial atenção “à mobilidade, à sustentabilidade, apelando à deslocação a pé e de bicicleta, e à participação das crianças como elementos transformadores dos espaços e das práticas, visando a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos”, lê-se no guião do projeto.

Porque é na sensibilização e educação dos mais novos que está a chave para a formação de adultos mais responsáveis, a Câmara Municipal da Mealhada decidiu apostar, este ano letivo, na formação em Segurança Rodoviária infantil. Desta forma, todos os alunos do 1º ciclo do concelho da Mealhada vão ter aulas sobre a temática, tanto teóricas, como práticas. O projeto de Educação para a Segurança Rodoviária vai desenvolver-se em duas fases. A primeira já arrancou, ontem, na escola EB1 do Luso, vai decorrer até maio, e pretende que as crianças reflitam sobre vários aspetos da circulação rodoviária, estando previsto, para tal, formação teórica nas escolas e a realização de várias ações de campo, de forma a eles detetarem, in loco, aspetos menos corretos sobre o local onde vivem e a forma de os corrigir. A segunda fase vai decorrer em junho, no encerramento do ano letivo, e consta de um evento final, um momento de festa onde os pequenos aprendizes vão poder executar tudo o que aprenderam sobre a temática, circulando em pistas e estradas, utilizando veículos não poluentes e cumprindo as regras de circulação.

A primeira fase do projeto prevê, entre outras atividades, a distribuição de documentos sobre a circulação nas rodovias aos alunos das escolas do 1º ciclo; a realização de atividades na internet e a criação de um site/facebook sobre a temática; a realização de iniciativas nas freguesias, com professores, forças de segurança, pais e encarregados de educação, para a identificação de sinalização vertical e horizontal, do estado das vias de circulação, de fatores que impedem a mobilidade das pessoas com deficiência entre outros aspetos; a realização de trabalhos sobre as regras de circulação nas rodovias e a sinalização de trânsito; a elaboração de materiais para a participação no evento final; e, por último, o envio de um relatório ao presidente da Câmara com uma descrição de todas as situações a melhorar.

A segunda fase está agendada para junho e consta num grande evento sobre a temática, a realizar no Parque da Cidade. A ideia é criar um espaço onde as crianças possam perceber, na prática, tudo o que está inerente à circulação rodoviária, com escolas de condução, bancos, seguradoras, assistência médica, zona de check-in e entrada, zona de circuitos de aprendizagem – com pistas adaptadas às diferentes faixas etárias, onde os participantes circulam seguindo as regras de segurança e onde existem monitores com várias funções, desde polícias a funcionários das bombas de gasolina – zona de produção, venda e reparação de veículos, zona das forças de segurança, assistência e socorro, zona de descanso e refeição e, por último, zona de check-out e saída. Nesta festa, serão utilizados apenas veículos não poluentes, tais como bicicletas, go-karts, segways, patins, trotinetas, carros de rolamentos, veículos elétricos.

Sensibilizar para a prevenção e segurança rodoviária, trabalhar as competências que visam melhorar as atitudes quando se circula nas vias de comunicação, identificar as estruturas e organismos responsáveis por essa área e gerar novas vias de comunicação entre elas, dar a conhecer e refletir sobre os comportamentos adequados à circulação de peões, velocípedes e veículos automóveis, sensibilizar para a necessidade do cumprimentos das regras de circulação, tendo em conta a sustentabilidade, a poupança de energia e a segurança, aumentar o número de crianças que se deslocam em velocípedes e desenvolver uma consciência cívica solidária e espírito crítico são os objetivos deste projeto.

(2015-01-20) - Press Release







Notícias Relacionadas