Ir para o conteúdo principal

Exposições de cartografia e trajes militares apresentadas ontem no Luso

15 setembro, 2015

Exposições de cartografia e trajes militares apresentadas ontem no Luso

A sala principal do Casino do Luso tem patente, até ao dia 27 de setembro, duas exposições do Exército Português, inseridas no programa de comemorações dos 205 anos da Batalha do Bussaco, que está a ser organizado pelos municípios da Mealhada, de Mortágua e Penacova e pela Fundação Mata do Buçaco. As exposições, de nome "Portugal em vésperas das Invasões Francesas" e "Evolução de Uniformes Militares Portugueses", foram apresentadas ontem por Maria Helena Dias, consultora do Centro de Informação Geoespacial do Exército e Luís Paulo de Albuquerque, diretor do Museu Militar de Lisboa, numa cerimónia que contou ainda com um momento musical, protagonizado pela Orquestra Clássica do Centro.

A cerimónia começou com um apontamento musical protagonizado por dois elementos da Orquestra Clássica do Centro, que recebeu de todos os presentes os maiores aplausos.

A primeira palavra coube ao presidente da Câmara Municipal da Mealhada, Rui Marqueiro. "Vou ser breve. Quero apenas agradecer ao Exército Português toda a colaboração nestas comemorações dos 205 anos da Batalha do Bussaco, sobretudo por estas fantásticas exposições", afirmou o presidente da Câmara, perante dezenas de pessoas que compareceram à cerimónia de apresentação das mostras do Exército Português.

"Portugal em vésperas das Invasões Francesas, conhecimento geográfico e configurações" foi a primeira mostra a ser apresentada, por Maria Helena Dias, do Centro de Informação Geoespacial do Exército. Uma exposição sobre a cartografia existente naquela época. "Os mapas que hoje nos parecem bonitos, são os que têm pouco rigor. Eram artisticamente decorados e aguarelados. Os que são menos bonitos, são os mais técnicos", avançou a especialista, acrescentando que "naquela época, ainda não se imprimiam mapas em Portugal". A consultora explicou ainda que a mostra se encontra organizada em três núcleos. "O primeiro inclui imagens regionais ou do conjunto de Portugal e as cartas elaboradas por estrangeiros. O segundo núcleo é sobre a fronteira e a costa portuguesa e o terceiro sobre Lisboa, a capital do império português", adiantou, enquanto percorria a sala das exposições, explicando detalhes de cada cartografia.

Já a outra exposição, "Evolução de uniformes militares portugueses", foi apresentada pelo Coronel de Infantaria, Luís Paulo de Albuquerque, diretor do Museu Militar de Lisboa. Uma mostra, explicou o coronel, da autoria do ceramista e pintor Carlos Gonçalves, que apresenta a evolução do uniforme militar português em personagens moldadas de forma caricatural e popular, mas com precisão suficiente para se poder ter uma ideia da evolução do traje. Luís Paulo de Albuquerque informou ainda que "a exposição foi adquirida pelo Exército Português em 1979, a um colecionador, e não ao ceramista". "Custou 100 contos", acrescentou.

As exposições podem ser visitadas de 3ª a 6ª feira, das 10h às 13h e das 14h às 20h e aos sábados e domingos das 15h às 20h. A entrada é livre.

Uma iniciativa realizada no âmbito das comemorações dos 205 anos da Batalha do Bussaco. Um programa que inclui ainda outras exposições, concertos, conferências, recriações históricas, cerimónias militares, passeios noturnos encenados e mais iniciativas.

O programa comemorativo dos 205 anos da Batalha do Bussaco é organizado pelas câmaras municipais da Mealhada, Mortágua e Penacova, bem como pela Fundação Mata do Buçaco, e conta com o apoio do Exército Português, da Associação Napoleónica Portuguesa, da Fundação Luso, da Extramotion, da Associação de Aposentados da Bairrada e do Grupo de Recriação Histórica de Almeida.

 

Programa:

Até  27 setembro
Casino do Luso
Exposições
"Portugal em vésperas das invasões francesas, conhecimento geográfico e configurações"
"Evolução de uniformes militares portugueses, na versão caricatural de Carlos Gonçalves"

Até 30 setembro
Centro Cultural de Penacova
Exposição
"Batalha do Bussaco - Penacova 1810"

Até 27 setembro
Centro de Animação Cultural de Mortágua
Exposição
"Francisco António Ciera"

18 setembro
21h
 | Penacova
Passeio Noturno Encenado 
"As Tropas Anglo-Lusas atravessam o Mondego"

18 setembro a 19 outubro
Cineteatro Municipal Messias | Mealhada
Exposições
"Recriação da Batalha do Bussaco em diorama"
2000 mil figuras à escala de 1:72
"Os Fardamentos do período da Guerra Peninsular", fotografias das aguarelas do General Ribeiro Arthur

25 setembro
21h 
| Santo António de Cântaro - Sula - Bussaco
Passeio Noturno Encenado
As vésperas da Batalha

26 setembro
20h
 | Vila do Luso
Desfile das Tropas e Combate Noturno
22h
 | Alameda do Casino - Vila do Luso
Concerto pela Orquestra Ligeira do Exército

27 setembro
9h30
 | Obelisco - Porta de Sula
Cerimónias Militares e Protocolares do Exército Português
12h
 | Obelisco - Porta de Sula
Recriação Histórica da Batalha do Bussaco
16h
 | Cineteatro Municipal Messias - Mealhada
Sessão de cinema gratuita
"Linhas De Wellington"

(2015-09-14) - Press Release

 







Notícias Relacionadas



FESTAME 2020 acontece de 6 a 14 de junho
14 outubro, 2019

FESTAME 2020 acontece de 6 a 14 de junho

A próxima edição da FESTAME – Feira do Município da Mealhada irá decorrer entre os dias 6 e 14 de junho de 2020. A data foi fixada em reunião da ...