Ir para o conteúdo principal

Câmara atribui bolsas de mérito e de estudo

07 dezembro, 2017

echo utf8_encode($noticias['titulo'].

A Câmara da Mealhada aprovou, na última reunião do Executivo Municipal, a atribuição de três bolsas de mérito e de uma bolsa de estudo aos melhores alunos do Agrupamento de Escolas da Mealhada. Aprovou ainda os auxílios económicos para material escolar.

Os três alunos que receberão a bolsa de mérito de 1000 euros são Inês Rego, que concluiu o 11º ano com média de 18,71, David Marques, que concluiu o 10º ano com média de 18,28 valores e João Tomé, que terminou o nono ano com média de 5 valores.

As Bolsas de Mérito são atribuídas a alunos com idade inferior ou igual a 18 anos, residentes na área do concelho da Mealhada, que frequentem o ensino secundário público com sucesso escolar, sendo a média igual ou superior a 16 valores. O limite de Bolsas de Mérito a atribuir é de três por ano, sendo que o montante para cada uma não pode ser superior a 1000 euros.

Foi ainda aprovada uma bolsa de estudo ao aluno Bernardo Almeida. As Bolsas de Estudo para alunos do ensino secundário são destinadas, sobretudo, a alunos pertencentes a agregados familiares com baixos recursos económicos, com residência no concelho da Mealhada, com aproveitamento escolar no ano letivo anterior, sendo a média final igual ou superior ao nível 4 ou a 16 valores. Os alunos receberão as bolsas na próxima reunião do Executivo Municipal.

O Executivo aprovou ainda 29 candidaturas a auxílios económicos para material escolar no valor unitário de 30 ou 20 euros (escalões A e B), perfazendo o valor global de 720 euros.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 07 dezembro 2017






Notícias Relacionadas