Ir para o conteúdo principal

Câmara aprova isenção do pagamento de taxa de ocupação de subsolo de gás

21 dezembro, 2017

Câmara aprova isenção do pagamento de taxa de ocupação de subsolo de gás

A Câmara da Mealhada aprovou, na última reunião de Executivo, nova isenção da taxa de ocupação de subsolo relativa ao gás, pelo período de mais três anos.

A Câmara da Mealhada mantém a posição que já havia adotado em 2014 de isentar o concessionário de gás das taxas de ocupação de solo, no valor de 1 euro por metro linear – e por ano -, enquanto a lei permitir que as mesmas sejam imputadas ao consumidor final.

A isenção aprovada vai até 2020 e visa corrigir uma situação excessivamente penalizadora, quer para particulares, quer para empresas com que o executivo de Rui Marqueiro se deparou aquando no primeiro mandato. As taxas aprovadas eram de 6,25 euros e o concessionário do serviço público de gás repercutia as taxas aos consumidores, o que tornou as faturas de gás demasiado pesadas. A Câmara da Mealhada reduziu, na altura, a taxa para 1 euro, aprovou a isenção por forma a evitar os custos extra nas empresas e particulares.

Apesar de lei do orçamento de Estado para 2017 ter vindo proibir a repercussão das taxas nos consumidores, no decorrer de 2017 não foi feita qualquer alteração legal nesse sentido, pelo que o Município da Mealhada volta a aprovar a isenção até 2020 ou até à data de entrada em vigor do diploma que consagre a proibição da repercussão.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 01 dezembro 2018






Notícias Relacionadas



Pequenas empresas não pagam derrama em 2011
17 setembro, 2010

Pequenas empresas não pagam derrama em 2011

A proposta apresentada pelo presidente do Executivo socialista, Carlos Cabral, para a manutenção da taxa da derrama para o ano econÓmico de 2011 em 0% ...