Ir para o conteúdo principal

Artistas nacionais enriquecem programação do Cineteatro Messias

22 fevereiro, 2018

Artistas nacionais enriquecem programação do Cineteatro Messias

Fernando Tordo, Vozes da Rádio, teatro de revista com António Pinto Basto, Manuela Bravo e Luís Viegas, concerto de Páscoa com a Orquestra da Costa Atlântica, dança e teatro infantil com a companhia AtrapalhArte são os principais destaques da programação do Cineteatro Messias, na Mealhada, até final de maio.

O Cineteatro Municipal Messias entra, este ano, numa nova fase, marcada pela intensa atividade cultural, da música ao teatro e dança, do cinema às exposições. O primeiro grande espetáculo acontece já a 17 de março com o grupo "Vozes da Rádio" e, ainda, em março, há lugar para o concerto de Páscoa, com a Orquestra da Costa Atlântica.

Fernando Tordo, que assinala os 50 anos de canções, é o destaque para abril (7). E se o concerto do autor de músicas tão conhecidas como "Tourada", "Adeus Tristeza" ou "Cavalo à Solta" já seria imperdível, sê-lo-á ainda mais pelo facto de Tordo subir ao placo acompanhado da Filarmónica Pampilhosense, numa simbiose de sonoridades que marcará, certamente, o público.

Ainda em abril, o Cineteatro receberá o fórum anual "Encontro com a Educação" e a peça "O Tartufo", uma adaptação de Molière pelo grupo de teatro local Associação Aguarela de Memórias. Esta complementaridade entre grandes produções nacionais e eventos culturais locais será a tónica da programação do Messias. Por um lado, o público terá oportunidade de ver espetáculos que habitualmente estão apenas em grandes centros urbanos, por outro há espaço para que as nossas associações desenvolvam e mostrem o seu trabalho.

Nuno Canilho, vereador que apoia o presidente da Câmara na área da Cultura, sublinha que o Messias continuará a ser "casa das produções concelhias, mas entra num novo ciclo, com uma programação o mais eclética possível, com a preocupação de dar aos munícipes diferentes oportunidades culturais e numa lógica também de formação pedagógica de públicos".

Em maio, teremos uma revista que combina humor com música. A "Revist?ó fado Na Tasca do Ti Carlos" nomes como António Pinto Basto e Manuela Bravo junta rábulas de animação e humor (tradicionalmente associadas ao teatro de revista) aos momentos musicais nos domínios do fado e da canção ligeira /popular portuguesa.

Os cinemas continuarão a ser o mais recentes possível, inclusive com algumas estreias nacionais, e com uma atenção especial aos filmes infanto-juvenis, sobretudo nas matinés de domingo e com preços apelativos.

Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, explica que, com esta diversidade de programação, se procura "incentivar o gosto pelo cinema, trazer as pessoas a uma sala de espetáculos que é cómoda, que está a funcionar e que apresenta propostas de qualidade, fugindo um pouco à cultura massificada".

 

Programa

MARÇO

3 de março l 21h30
4 de março l 17h l 21h30
Gurillaz Showcase 2018            
O Gurillaz Showcase 2018 é um espetáculo de dança (Hip Hop) organizado pelo grupo Gurillaz Dance Crew, onde 150 crianças e jovens de todas as idades mostram o trabalho realizado ao longo do 1.º semestre deste ano letivo. Patrick Simões, coreógrafo e líder deste grupo e do seu projeto de formação em danças urbanas, descreve o Showcase como uma "mostra coreográfica", que funciona em moldes semelhantes a um sarau, mas num enquadramento mais artístico e profissional.

17 de março l 21h30
Vozes da Rádio
O grupo Vozes da Rádio apresenta um espetáculo divertido, bem-humorado, que passa em revista os principais êxitos deste quinteto à cappella, mas também covers de músicas muito conhecidas dos portugueses. É claramente o melhor grupo português no seu género, que usa as vozes como único instrumento de um espetáculo que, por onde passa, recolhe enormes aplausos do público. Este quinteto regressa aos palcos em 2016 com o lançamento de "Canções do Homem Comum", um conjunto grande de canções que as Vozes da Rádio nunca tinham antes gravado ou mesmo cantado ao vivo. 2017 marca o regresso das Vozes da Rádio a estúdio para acabarem o volume II das Canções do Homem Comum.

31 de março l 21h30
Orquestra da Costa Atlântica – Concerto de Páscoa
Fundada em 2015, a Orquestra da Costa Atlântica, agrupamento musical sinfónico, estrutura as múltiplas atividades culturais, educativas, sociais e artísticas desenvolvidas pela associação. Uma orquestra sinfónica que reúne jovens músicos profissionais de grande talento numa formação de singular qualidade artística que empresta às suas interpretações uma extraordinária energia, uma especial irreverência e uma intensa paixão.
A qualidade técnica e artística de todos os que integram a Orquestra da Costa Atlântica é potenciada pelos superiores padrões de exigência que a caracterizam, assegurando que as suas apresentações públicas se pautam por elevados níveis de responsabilidade e profissionalismo.
A orquestra tem-se apresentado regularmente em concertos por todo o país, destacando-se na interpretação de sinfonias de Beethoven, Mozart, Dvorak e Schubert, obras de Ravel, Martinú, Copland, Fauré, Brahms, Borodin, Prokofiev, Strauss, Wagner, entre outros.

9 a 22 de março l Sala de Exposições do CTM
Exposição "Arte Sacra e Outras"
Esta exposição, da autoria de Tereza Vieira Melo, é composta por cerca de 100 peças em patchwork. Tereza Vieira Melo nasceu em Azinhaga do Ribatejo a 19 de novembro de 1945. Foi professora de Ensino Primário durante mais de três décadas dedicando-se depois ao artesanato. Participou em exposições coletivas na Mealhada e em Coimbra nas piscinas municipais. Tem feito algumas feiras municipais do mesmo município. Em 2009 participou no Prémio Nacional de Artesanato promovido pelo Instituto pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional tendo sido distinguida com o 1.º Prémio da Região Centro com um trabalho bordado e com franja de macramé a que deu o nome de "Trama Mágica.

ABRIL
7 de abril l 21h30
Fernando Tordo acompanhado pela Filarmónica Pampilhosense
Fernando Tordo celebra 70 anos de Vida, 50 anos de Canções. Este concerto tão especial para o artista também o será para o público, pois subirá ao palco do Cineteatro Messias acompanhado pela Orquestra Filarmónica Pampilhosense.
O concerto será repleto de canções de uma intemporalidade impressionante, de luminosidade sublime, que de modo desassombrado ousaram moldar os tempos. Na memória guardamos temas como "Estrela da Tarde", "Tourada", "Adeus Tristeza" ou "Cavalo à Solta".
Este será com certeza uma oportunidade única para recordar a obra de um dos autores mais relevantes da música portuguesa, acompanhado por uma Filarmónica Concelhia.
A Filarmónica Pampilhosense é uma das mais antigas Associações do Concelho da Mealhada, fundada em 1920. A banda principal, sob a batuta de Daniel Vieira e atualmente com 45 elementos, apresenta um repertório diversificado, desde as marchas solenes e de desfile às bandas sonoras, passando pelas rapsódias e obras de música ligeira. Funciona na sua sede, sita na freguesia da Pampilhosa, a Escola de Música, com cerca de 30 alunos e de onde provêm praticamente todos os músicos da banda principal, alguns deles distribuídos também pela Orquestra Juvenil, Orquestra Ligeira "QJazz" e Grupo "Xaranga Popular". Na sede ensaia também regularmente a Orquestra de Sopros "Lost Orchestra".

14 de abril l 09h30
Encontro com a Educação
Fórum anual de reflexão em torno de temáticas com enfoque na área da Educação. A 9.ª edição deste Encontro abordará especificamente o binómio "Educação e Família", de forma a proporcionar um momento de debate que reforce a importância da articulação entre escola e família. Esta iniciativa contará com a participação de alguns estudiosos desta temática que enriquecerão o evento.

21 de abril l 21h30
Sarau Comemorativo da Visita Pastoral do Bispo de Coimbra
Uma noite cultural repleta de música identitária do concelho que acontece no âmbito da visita pastoral do Bispo de Coimbra D. Virgílio Antunes.

28 de abril l 21h30
Teatro "O Tartufo" – Aguarela de Memórias
A Aguarela de Memórias apresenta a peça "O Tartufo", de Molière, com encenação de Pedro Lamas. Fiel à sua opção por textos de qualidade, de autores consagrados da dramaturgia universal, a companhia de teatro sediada na Pampilhosa propõe-se revisitar uma das mais famosas comédias de todos os tempos, levada a cena pela primeira vez em 1664.  Repleta de diálogos de enorme subtileza e força cómica, a peça, apesar de retratar uma situação que antecedeu a ascensão da burguesia, mantém-se atual ao denunciar males eternos e "universais", como a corrupção, a hipocrisia religiosa, a ocupação de cargos de relevo por "espertalhões".

MAIO
5 de maio l 21h30
"Revist? ó fado na Tasca do Ti Carlos" l Teatro de Revista
"Revist?ó fado na Tasca do Ti Carlos" tem um guião escrito pelo também ator Luís Viegas.  Uma peça que combina a revista com a música. O autor juntou rábulas de animação e humor (tradicionalmente associadas ao teatro de revista) aos momentos musicais nos domínios do fado e da canção ligeira /popular portuguesa. Um serão passado na "TASCA do TI CARLOS",
Com um elenco artístico com atores bem conhecidos como Paulo Oliveira, Ana Paula Mota, Luis Viegas e Filipa Giovanni e prestigiados cantores, como António Pinto Basto (Fadista) e Manuela Bravo (em êxitos da música ligeira portuguesa).

12 de maio l 21h30
Concurso de Talentos
Este projeto, organizado pelo terceiro ano consecutivo pela docente da EB23 de Mealhada, Maria Antónia Mota, tem como principal objetivo revelar jovens com especiais aptidões artísticas na música, nomeadamente no canto, dança e interpretação musical.

18 de maio l 21h30
Social Moda
Um desfile de moda muito especial, em que os modelos são clientes das Instituições Particulares de Solidariedade Social e voluntários do projeto Jovens Voluntários por um dia da Roda Viva, que exibirão modelos da Loja Social e dos agentes do comércio local.

19 de maio l 16h
"O Príncipe Nabo" – Atrapalharte
"O Príncipe Nabo" conta a história de uma criada atarefada; de uma princesa vaidosa e arrogante que, depois de viver as dificuldades da vida dos pobres, se modificou. Fala de bobos que, a brincar a brincar, vão alertando para os defeitos e qualidades de cada um. Fala de um Príncipe sensato que dá uma lição de vida a quem a merece. Esta é uma peça interativa em que a autoaprendizagem surge ficcionalizada através dos três tipos de cómico (o de linguagem, o de situação e o de caráter). Aspetos como o recurso a expressões de tonalidade francesa, os nomes dos pretendentes da princesa pretendida e as sucessivas situações de pedido e recusa da sua mão, ou, ainda a presença do Bobo, cuja atuação encerra a peça, contribuem para a construção humorística que caracteriza esta encenação. Esta obra é recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para o 5.º ano de escolaridade.

20 de maio l 16h
"Ali Babá e os 40 Ladrões" – Atrapalharte
Ali Babá é uma personagem fictícia baseada na Arábia pré-islâmica. O conto está descrito nas aventuras de Ali Babá e os Quarenta Ladrões, que faz parte do Livro das Mil e Uma Noites ou Noites na Arábia. A história tem a sua origem na saga do rei Ali Babá do Sudão (que habitava perto de Bur Sudan). Esta obra é recomendada pelo Plano Nacional de Leitura para o 6.º ano de escolaridade.

Atrapalharte
A Atrapalharte procura levar o teatro e cultura aos quatro cantos do país, incentivando aos hábitos de leitura nos mais novos. Para isso, alia a arte dramática ao estudo de textos contemplados no Plano Nacional de Leitura e currículo escolar dos diferentes graus de ensino. Aborda os textos assentando a dramaturgia na comédia, aliando o lúdico ao pedagógico, em espetáculos interativos que apresenta em escolas de primeiro, segundo e terceiro ciclos, bem como secundário.

26 de maio l 9h
VIII Seminário de Apicultura
A Associação dos Apicultores do Litoral Centro realiza, dia 26 de maio, no auditório do Cineteatro Messias, o VIII Seminário de Apicultura.

Maio l Galeria de Exposições do Cineteatro Messias
Exposição Mercadoria Humana I Fotografia e Artes Plásticas
A Saúde em Português, em colaboração com o Município de Mealhada, promove a exposição Mercadoria Humana | Fotografia e Artes Plásticas, no âmbito do Projeto Mercadoria Humana 3 – Projeto de Sensibilização em Tráfico de Seres Humanos. Entre os objetivos que estiveram na sua conceção estão a prevenção e sensibilização para fins de exploração laboral e sexual. A exposição é composta por fotografias e manequins.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 01 fevereiro 2018






Notícias Relacionadas



Quinze Dj's em dez noites da FESTAME 2019
14 maio, 2019

Quinze Dj's em dez noites da FESTAME 2019

A edição de 2019 da FESTAME - Feira do Município da Mealhada vai contar com a presença de 15 disc jockey (dj) nos dez dias do certame (7 a 16 de ...