Ir para o conteúdo principal

Rastreios permitiram deteção precoce de anomalias audiovisuais e cardiovasculares a crianças e idosos

13 setembro, 2018

Rastreios permitiram deteção precoce de anomalias audiovisuais e cardiovasculares a crianças e idosos

Os dois programas de saúde implementados pelo Hospital da Misericórdia da Mealhada (HMM) em parceria com a Câmara Municipal da Mealhada e Juntas de Freguesias permitiram a deteção precoce de anomalias auditivas e visuais, junto das crianças do pré-escolar e 1º. Ciclo, e a identificação de risco moderado de doenças cardiovascular, mormente junto de idosos.

O programa de rastreios auditivos e visuais às crianças avaliou cerca de um milhar de crianças dos diversos jardins de infância e escolas básicas do concelho da Mealhada, tendo detetado de forma precoce problemas do foro oftalmológico em 224 crianças, maioritariamente do pré-escolar, e problemas auditivos em 46 crianças.

No que se refere ao programa "O coração é a razão", os rastreios centraram-se, sobretudo, em idosos com um score moderado do risco de ter uma doença cardiovascular nos próximos 10 anos. O trabalho de campo incluiu, complementarmente aos rastreios, consultas de enfermagem, uma avaliação com cardiologista e intervenção aos níveis nutricional e do exercício físico. O s resultados demonstraram melhorias significativas ao nível dos membros inferiores, a redução do índice de massa corporal, a redução da pressão arterial e, em consequência, a melhoria de qualidade de vida dos utentes participantes.

Rui Marqueiro, presidente da Câmara da Mealhada, presente na sessão de apresentação dos resultados, considerou o programa um êxito, sublinhando a vantagem que é o município possuir uma estrutura do tipo do HMM, funcionando de forma complementar ao Serviço Nacional de Saúde.

Os dois programas surgem de um protocolo entre a Câmara Municipal da Mealhada, as Juntas de Freguesia e o Hospital da Misericórdia, em que os técnicos da unidade foram ao encontro das populações, quer no caso de "O Coração é a razão", com uma unidade móvel que percorreu o município, quer no caso dos alunos, que foram visitados nos seus estabelecimentos de ensino.

A Câmara Municipal assegurou a maior parte do financiamento do projeto (cerca de 42 mil euros anuais), cabendo às freguesias uma componente, num total de cerca de 8 mil euros.

No ano letivo que agora inicia (2018/19), o programa entra numa segunda fase com o alargamento aos restantes níveis de ensino da rede pública e da Escola Profissional Vasconcellos Lebre, abrangendo cerca de dois mil alunos.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 13 setembro 2018






Notícias Relacionadas



"Juventude Fora da Caixa" conta com festa glow e dj Olga Ryazanova no Parque da Cidade
07 agosto, 2018

"Juventude Fora da Caixa" conta com fest

A Câmara Municipal da Mealhada assinala o Dia Internacional da Juventude com uma festa dedicada aos jovens. O cenário do Parque da Cidade transforma-se ...