Ir para o conteúdo principal

Encontro com a Educação define "valores" como núcleo central do perfil do aluno

18 março, 2019

Encontro com a Educação define "valores" como núcleo central do perfil do aluno

Qual o caminho a seguir nas nossas escolas, quer na perspetiva dos alunos, quer na dos professores? A questão, que esteve em cima da mesa na 10.ª edição do "Encontro com a Educação", que se realizou, este fim de semana, na Mealhada, não obteve certezas absolutas, mas as respostas apontam uma tendência: a formação das crianças e jovens passa pelo desenvolvimento de pessoas e não apenas de técnicos, de perfis onde os valores têm uma preponderância que ultrapassa até as competências.

"A questão de um milhão" – de como devem ser as escolas do século XXI -, como referiu Cristina Oliveira, diretora regional de Educação do Centro, não obteve uma resposta definitiva, mas o caminho foi traçado, logo na sessão de abertura, pela própria. "Devemos orientar os nossos alunos para aquilo que são os problemas do mundo. Criar jovens que possam olhar o mundo e preservar valores como a dignidade, o ser humano, a fraternidade, a igualdade e a liberdade".

Maria João Horta, subdiretora-geral da Educação, uma das oradoras convidadas, foi ainda mais assertiva ao referir que se passou de um modelo industrial de ensino para um modelo social que, no perfil do aluno, coloca valores mais do que competências. "os valores no núcleo, no centro do perfil são a liberdade, a responsabilidade e integridade, a cidadania e participação, a excelência e a exigência, a curiosidade, a reflexão e a inovação", explicou.

Neste encontro, cujo tema aglutinador era "Professores e Alunos para o Século XXI: Desafios e Competências", as centenas de pessoas presentes foram levadas a conhecer também o conceito de "Minfulness", preconizado por Sabino Soares e o trabalho desenvolvido por este, quer com pais, quer com crianças.

Também João Cravinho, coordenador da 6.ª Comissão do Conselho Nacional de Educação (Desafios do Futuro), e José Matias Alves, consultor do Ministério da Educação no âmbito do Programa de "Autonomia e Flexibilidade Curricular", defenderam uma Educação mais criativa, recíproca e de formação para a cidadania em detrimento de um modelo baseado na mera reprodução e transmissão de conhecimentos.

O Encontro com a Educação é organizado, anualmente, pelo Setor de Educação da Câmara Municipal da Mealhada e, sendo formação certificada, procura abrir espaço à reflexão de diversas temáticas de interesse para toda a comunidade educativa.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 18 março 2019






Notícias Relacionadas