Ir para o conteúdo principal

CPCJ da Mealhada assinalou três décadas de convenção sobre os direitos da criança

22 novembro, 2019

CPCJ da Mealhada assinalou três décadas de convenção sobre os direitos da criança

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Mealhada assinalou os 30 anos da Convenção sobre os Direitos da Criança pela Assembleia-Geral das Nações Unidas, com uma reflexão sobre problemas atuais, nomeadamente a privação do sono ou o acesso precoce a tecnologia desajustada.

A reflexão, especialmente dedicada à perspetiva das interações das crianças e dos jovens com a tecnologia nesta era digital, e do seu direito à proteção, foi enriquecida com o contributo da psicóloga Diana Gaspar, autora pampilhosense, que acompanha crianças e adolescentes em vários estabelecimentos públicos de saúde.

A necessidade de informar os pais para os perigos da privação do sono, a utilização pedagógica e utilitária das ferramentas tecnológicas e do acesso precoce a tecnologia desajustada para o estado de desenvolvimentos das crianças e adolescentes foram as perspetivas mais debatidas pelos participantes no fórum, que manifestaram interesse em voltar a este tema e a este debate. Participaram cerca de 30 pessoas, entre educadores - pais e professores - e membros da comissão Alargada da CPCJ da Mealhada.

Na mesma ocasião foi inaugurada a exposição dos trabalhos feitos pelas crianças das IPSS e do Agrupamento de Escolas da Mealhada, no âmbito da dinâmica promovida pela CPCJ, com o nome "Estendal dos Direitos".

Press - Ficheiro PDF Press Release - 22 novembro 2019





Tags


cpcj crianças 



Notícias Relacionadas