Ir para o conteúdo principal

Comemorações da Batalha do Bussaco reduzidas mas com descendente de Napoleão Bonaparte

24 setembro, 2020

Comemorações da Batalha do Bussaco reduzidas mas com descendente de Napoleão Bonaparte

Os 210 anos da Batalha do Bussaco serão comemorados, no dia 27 de setembro, no Bussaco, no concelho da Mealhada, com uma cerimónia reduzida ao mínimo e reservada apenas ao Exército e a convidados, devido à atual situação de pandemia.

Em decisão conjunta das câmaras municipais da Mealhada, Mortágua e Penacova, com a Delegação de Saúde, a Fundação Mata do Bussaco, a GNR e o Exército Português, foi entendido ser mais seguro não se realizar a popular feira nas Portas de Sula, nem o tradicional desfile histórico-militar.

O Exército Português realizará apenas uma singela cerimónia protocolar e uma missa breve, momentos que estarão reservados apenas aos convidados do Exército e não ao público em geral. O tradicional concerto pela Orquestra Ligeira do Exército, que habitualmente se realiza no Luso, também foi cancelado.

Charles Bonaparte visita concelhos de Mealhada, Mortágua e Penacova

No fim de semana em que se assinalam os 210 anos da Batalha do Bussaco, Charles Bonaparte, descendente de Napoleão Bonaparte e presidente da Federação Europeia de Cidades Napoleónicas, estará na região e visitará os concelhos de Mealhada, Mortágua e Penacova.

Em Penacova, no sábado, 26 de setembro, será recebido na Câmara Municipal, seguindo depois para Mortágua para fazer uma visita ao Centro de Interpretação da Batalha do Bussaco. No mesmo dia, já na Mata Nacional do Bussaco, plantará uma oliveira, símbolo da Paz e da Cooperação Europeia, e será recebido, às 15h30, pela Câmara Municipal da Mealhada, no Convento de Santa Cruz do Bussaco.

O presidente da entidade responsável pela gestão do Destination Napoleon, um itinerário cultural europeu reconhecido pelo Conselho da Europa, será o convidado de honra numa conferência sobre a temática das Invasões Francesas (com transmissão online). Esta conferência contará, ainda, com a participação de representante do Turismo da Região espanhola de Castela e Leão, do Grupo de Arqueologia e Arte do Centro, do Turismo de Portugal e do Turismo do Centro e, ainda, da Associação de Turismo Militar.

No dia 27 de setembro, ao final do dia, no Museu Militar do Bussaco, Charles Bonaparte assinará o protocolo de integração do projeto europeu Interreg NAPOCTEP na Federação Europeia das Cidades Napoleónicas.

O projeto Interreg NAPOCTEP – Rotas napoleónicas por Espanha e Portugal –, liderado pela Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra, visa transformar o património do tempo das invasões francesas num produto turístico de qualidade e sustentável, capaz de criar riqueza e emprego em zonas castelhanas e espanholas e no centro de Portugal ameaçadas pelo despovoamento e envelhecimento do espaço de cooperação POCTEP.

Para além de inventariar os elementos do património material e imaterial do itinerário no território, o projeto pretende estabelecer uma sinalização comum destes elementos a incluir no itinerário cultural europeu "Destination Napoleon" do Conselho da Europa.

Em 29 de abril de 2015, o Conselho da Europa decidiu declarar os vários itinerários napoleónicos como itinerário cultural europeu sob a marca "Destination Napoleon". Este nome, utilizado por outras rotas como o Caminho de Santiago ou a Rota Mozart, é uma oportunidade única para os destinos participantes desfrutarem de uma marca de prestígio internacional, trabalharem em rede e serem elegíveis para fundos europeus transnacionais. Todo este património deve permitir criar produtos turísticos atrativos apoiados por uma marca internacional, algo muito valorizado por certos mercados.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 24 setembro 2020






Notícias Relacionadas