Ir para o conteúdo principal

Roda Viva – Loja Social é porto de abrigo para mais de um milhar de pessoas

15 outubro, 2020

Roda Viva – Loja Social é porto de abrigo para mais de um milhar de pessoas

A Roda Viva – Loja Social do Município da Mealhada cumpre dez anos, este mês, um percurso de apoio a cerca de um milhar de munícipes nas mais diversas formas, desde a distribuição de alimentos e bens a ações de promoção da qualidade de vida dos utentes, como workshops relacionados com a alimentação saudável ou a auto-estima.

Ao longo de dez anos, a Roda Viva – Loja Social deu apoio a 363 agregados familiares (mil pessoas), com entrega de mais de 180 mil produtos tão diferenciados como móveis para a casa, loiça, texteis, roupas, calçado ou brinquedos. A estes juntam-se os bens alimentares, mais de 46 mil entregues, adquiridos por compra da Autarquia, como sejam os cabazes de material escolar, ou por doações dos cerca de 610 doadores que estão registados.

A estes apoios materiais, básicos e essenciais no dia a dia, juntam-se os imateriais, com uma forte componente social e até mesmo lúdica. Vão desde workshops abrangentes (pintura, costura, alimentação ou valorização pessoal) às consultas de psicologia, nutrição, acompanhamento psicossocial, aulas de hidroginástica, sessões de cinema ou mesmo visitas a espaços como a Mata Nacional do Bussaco.

Se a Roda Viva  é, por um lado, porto de abrigo de muitas famílias, conseguiu, por outro, merecer a confiança da comunidade traduzida nas parcerias estabelecidas com supermercados e outros estalecimentos como, por exemplo, cabeleireiros, e pelos voluntários. A loja social é  um espaço de partilha e solidariedade para com os munícipes mais carenciados, mas o seu funcionamento é extremamente rigoroso, com obrigações e deveres também para utentes,  de forma a garantir um acompanhamento integrado aos agregados familiares.

Atualmente, a A Roda Viva – Loja Social apoia 179 agregados familiares em situação de vulnerabilidade e/ ou com dificuldades financeiras.

"É um espaço que procura colmatar dificuldades de uma parte da nossa população. De resto, o nosso Setor de Ação Social trabalha numa lógica de grande proximidade com utentes e com instituições particulares de solidariedade social nos entido de dar respostas atempadas e adequadas a quem precisa. E não nos cansamos de dizer às famílias que estão com dificuldades que o procurem e ver-se-á a ajuda possível", sublinha Rui Marqueiro, presidente da Câmara Municipal da Mealhada.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 15 outubro 2020






Notícias Relacionadas