Ir para o conteúdo principal

Exposição de ilustração "Os Bichos" está no cineteatro até 9 de fevereiro

14 janeiro, 2014

Exposição de ilustração

A exposição de ilustração “Os Bichos por seu ponto e risco” está patente no Cineteatro Municipal Messias até ao próximo dia 9 de fevereiro. Uma mostra da bióloga Milene Matos, composta por dezenas de trabalhos ilustrados com diferentes técnicas, a cores e a preto e branco, que pretende dar a conhecer alguns animais que nos rodeiam, numa espécie de retrato da biodiversidade da região. A mostra, que foi inaugurada na sexta-feira, dia 10 de janeiro, é gratuita e pode ser apreciada às sextas, sábados, domingos e segundas-feiras, das 14h30 às 18h30 e das 20h às 22h, na sala de exposições do cineteatro.

Da salamandra-lusitânica ao jaguar amazónico, passando pelas aves da Mata Nacional do Buçaco, muitas espécies podem ser apreciadas na exposição “Os Bichos por seu ponto e risco”, de Milene Matos. “Esta exposição reúne algumas dezenas de ilustrações que fui efetuando ao longo do meu percurso académico e profissional. Enquanto bióloga e comunicadora de ciência, alguns destes desenhos entraram em livros, artigos científicos e outras obras em que eram necessárias ilustrações de animais. Embora a exposição conte com alguns apontamentos de fauna exótica, retrata essencialmente a biodiversidade da nossa região, principalmente ao nível de anfíbios, aves e mamíferos”, salienta a bióloga.

O desafio partiu da Câmara Municipal da Mealhada e foi de imediato aceite por Milene Matos. A bióloga reuniu as suas melhores ilustrações científicas, “feitas a preto e branco com tinta-da-china, cartolina estocada e grafite; e a cores feitas com lápis de cor”, e criou a mostra “Os Bichos por seu ponto e risco”. “O título faz um pequeno trocadilho entre o ponteado e os traços que as técnicas de ilustração utilizam e a expressão ‘por sua conta e risco’, numa tentativa subtil de sensibilização para a necessidade de proteção da natureza e biodiversidade, que atualmente estão sujeitos a tantos fatores de ameaça. Na verdade, estas exposições, que acabam por ser de história natural, têm como objetivo maior isso mesmo: dar a conhecer, para sensibilizar e proteger”, acrescenta.

Milene Matos já viveu na Mata Nacional do Buçaco e está, já há vários anos, ligada a ela profissionalmente, pelo que a sua exposição mostra muito da biodiversidade existente nesse espaço. “Naturalmente também fui ilustrando a biodiversidade da mesma, que é e sempre será uma enorme fonte de inspiração ao constituir um grandioso acervo natural de elementos que alimentam a arte, a ciência e a imaginação”, adianta ainda, revelando que “uma única ilustração pode levar umas 40 horas ou mais a ser desenhada”.

As ilustrações da bióloga podem ser apreciadas na sala de exposições do Cineteatro Municipal Messias até ao próximo dia 9 de fevereiro, às sextas, sábados, domingos e segundas-feiras, das 14h30 às 18h30 e das 20h às 22h. A entrada é livre.

(2014-01-14) - Press Release







Notícias Relacionadas