Ir para o conteúdo principal

Câmara da Mealhada aumenta quantidade e abrangência de bolsas de estudo e de mérito

30 junho, 2022

Câmara da Mealhada aumenta quantidade e abrangência de bolsas de estudo e de mérito

As alterações aprovadas na última reunião da Câmara da Mealhada aos regulamentos das bolsas de estudo (mérito/ensino secundário e superior) passam a permitir que este apoio seja acumulado com outros, aumentam o número de bolsas do ensino superior para o dobro e torna-as extensivas a alunos do ensino privado e a maiores de 25 anos, desde que esteja em causa a sua primeira matrícula.

Com o intuito de proporcionar aos candidatos maior equidade na atribuição de bolsas de estudo, o Executivo Municipal entendeu introduzir alterações aos regulamentos das bolsas de estudo do ensino secundário, do ensino superior e das bolsas de mérito do ensino secundário. Uma medida transversal às três bolsas é o apoio da Câmara da Mealhada ser cumulativo com apoios prestados por outras entidades ou organismos.

Nas bolsas de mérito e de estudo do ensino secundário, a necessidade de residência no concelho será também reduzida de três para um ano e, no caso das bolsas de estudo do ensino superior, a atribuição contemplará os alunos do ensino privado (e não apenas os do ensino público, como anteriormente) e os que tenham mais de 25 anos, desde que seja a primeira matrícula. Outra alteração significativa, neste nível de ensino, é que serão concedidas 20 bolsas em vez de 10.

"Houve uma intenção clara de reforçar a ajuda existente que, para muitos estudantes, era manifestamente insuficiente e levava muitos estudantes a abandonarem os estudos por não conseguirem fazer face às despesas. Conhecemos as dificuldades que uma família tem em suportar as despesas de um filho, e por vezes mais do que um, a estudar fora do Município. Se essa família tiver rendimentos baixos, essa missão é quase impossível, mesmo com o recurso aos apoios dos serviços de ação social do Governo. Atentos a esta questão, resolvemos introduzir estas mudanças. Sabemos que não removem todos os obstáculos, mas são um contributo do Município. Estas alterações são parte da prioridade estratégica por nós assumida de investir na formação e na qualificação das pessoas", justificou Gil Ferreira, vereador da Educação da Câmara da Mealhada.

As alterações acima indicadas serão submetidas a consulta pública, por um período de 30 dias, para posterior aprovação, pela Assembleia Municipal, do Projeto de Alteração aos Regulamento das Bolsas de Estudo.

Press - Ficheiro PDF Press Release - 30 junho 2022






Notícias Relacionadas