Ir para o conteúdo principal

Câmara da Mealhada adere ao projecto “Compro o que é nosso”

12 setembro, 2011

Câmara da Mealhada adere ao projecto “Compro o que é nosso”
A Câmara Municipal da Mealhada foi a primeira do país a aderir ao projecto “Compro o que é nosso”, da Associação Empresarial de Portugal (AEP). Uma forma da autarquia ajudar na recuperação da economia portuguesa, apoiando a produção nacional junto dos munícipes e empresários do concelho. “Consideramos este projecto de extrema importância para a recuperação econÓmica do país e decidimos, por isso, apoiá-lo, divulgando esta marca junto dos que nos são mais prÓximos”, explica o Presidente da Câmara, Carlos Cabral.

Ciente da importância de promover a produção nacional e a compra de produtos portugueses, a Câmara Municipal da Mealhada decidiu juntar-se à campanha “Compro o que é nosso", lançada pela AEP. O objectivo da autarquia passa por divulgar esta marca junto dos munícipes e empresários do concelho, apelando à compra de produtos começados por 560, e não utilizar a marca em questão para a venda de qualquer tipo de produto.

Como tal, o contrato que a autarquia assinou com a AEP no passado dia 25 de Julho não prevê qualquer facturação de quota anual à Câmara Municipal. A parceria assenta sim na divulgação do programa de apoio à produção nacional junto dos munícipes e empresas do concelho por parte de autarquia, através dos meios de comunicação que tem ao seu dispor. “Com esta parceria, pretendemos passar a mensagem de valorização da produção nacional aos nossos cidadãos, incentivando-os a comprar produtos portugueses. Vamos divulgar esta ideia no boletim municipal, na agenda municipal, na nossa página on-line. Enfim, vamos usar os instrumentos que temos à nossa disposição”, acrescentou Carlos Cabral.

O “Compro o que é nosso” é uma iniciativa da AEP que apela à consciência cívica dos portugueses, no sentido de comprarem o que é produzido em Portugal e assim contribuírem para a criação de emprego e para o desenvolvimento sustentado da economia nacional. Actualmente, o programa reúne 765 empresas aderentes que representam cerca de 2.500 marcas e um volume de negÓcios agregado de 14 mil milhões de euros. A Câmara Municipal da Mealhada foi a primeira autarquia do país a aderir ao projecto.

NOTA:
O cÓdigo de barras começado por 560 significa que os produtos ou são feitos em Portugal ou distribuídos por uma empresa portuguesa.

(2011-09-12) - Press Release






Notícias Relacionadas



Concelho da Mealhada "veste-se" de Natal com mercadinhos e animação do comércio local
07 dezembro, 2021

Concelho da Mealhada "veste-se" de Natal

O concelho da Mealhada vai "vestir-se" de Natal. A ideia é trazer o espírito de Natal para as ruas e, assim, apelar ao consumo local, seja no ...